A democracia representativa na era digital

Por Brasilianas.org

Edição do Brasilianas.org, da próxima segunda-feira (08), na TV Brasil, às 20h, trará aos estúdios o pesquisador de cibercultura e transformação política da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Henrique Antoun; o jornalista e doutor em ciência política pela Universidade de São Paulo, Sérgio Praça; além de Lindbergh Farias, senador do PT do Rio de Janeiro, que propõe projeto de lei para ampliar a participação popular na elaboração de leis; e Rafael Evangelista, doutor em antropologia social e pesquisador do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo, da Unicamp.

Em junho de 2011, a Islândia foi o primeiro país do mundo usar as redes sociais na internet para elaborar a própria constituição. O acontecimento, amplamente debatido entre cientistas políticos do meio acadêmico, mostra que é possível aumentar os mecanismos de participação popular nas decisões políticas.

Hoje, os instrumentos constitucionais de democracia participativa existentes no sistema político brasileiro são as eleições, os plebiscitos e referendos. Mas esses mecanismos têm se tornado obsoletos frente a velocidade da troca e criação de conhecimento na era digital.

Anúncios

Ciência sem Fronteiras

13.07-nova-logo-capes

A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior ( CAPES) abre inscrição de Chamada para os interessados a participarem do processo de seleção da bolsa Atração de Jovens Talentos do Programa Ciência sem Fronteiras. O objetivo é promover o apoio financeiro a projetos de pesquisa que visem, por meio do intercâmbio, da mobilidade internacional e da cooperação científica e tecnológica,  promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade do País com enfoque nas áreas contempladas do Programa Ciência sem Fronteiras. Se quiser saber mais sobre a chamada clique no http://migre.me/fiH3L